Dilma Rousseff e o vírus para sequestrar dados

Dilma Rousseff e o vírus para sequestrar dados

by ABCTec, 13 de setembro de 2017

Um pesquisador estrangeiro localizou uma nova versão de ransomware descrito em português brasileiro e com uma característica bastante peculiar, a imagem estampada da ex-presidente Dilma Rousseff.

Exatamente, alguém adaptou uma versão de ransomware e o identificou com o nome ‘Dilma Locker’. De acordo com o que foi divulgado pelo pesquisador em seu Twitter xXToffeeXx, a ameaça é disseminada por e-mail com uso de arquivos anexos infectados com o código malicioso que inicia o processo de criptografia dos arquivos. Uma vez afetado pelo ransomware, a vítima terá em um arquivo de texto criado automaticamente e que contém todas as instruções necessárias para a realização do pagamento do resgate.

E apesar de engraçado, a brincadeira pode sair bem caro, pois o pedido de resgate é de R$ 3.000,00 e até o momento não foram divulgadas ferramentas que pudessem descriptografar os arquivos.

Na tela de aviso do ransomware, a vítima pode ler a seguinte mensagem:

Oops, todos os seus arquivos foram criptografados!!!

Seus documentos: fotos, vídeos, bancos de dados e outros arquivos importantes foram criptografados utilizando o algoritmo AES de 256 bits (mesma criptografia utilizada pelo governo americano para proteger segredos de estado), ou seja, é impossível recuperar seus arquivos sem a senha correta!

Caso haja interesse em obter essa senha e recuperar seus arquivos, recomendamos que entre em contato e siga as instruções!

Em 4 dias seus arquivos serão DELETADOS!

Leia o arquivo ‘RECUPERE_SEUS_ARQUIVOS.html’ que foi criado em sua área de trabalho.

Arquivos que foram reportados com esse ransomware são de extensões do tipo PDF e EXE e estão associados a e-mails com assuntos relacionados a currículos ou instalação de programas, portanto todo cuidado é pouco, principalmente em mensagens de origem suspeita relacionada com currículos, pois é um assunto rotineiro em muitas empresas e pode acabar passando sem ser notado.

E claro, não deixar de atualizar sistemas operacionais e programas com as últimas correções de segurança e complementar a proteção do ambiente com um bom sistema de anti-spam, firewall e antivírus no mínimo.

 

Fontes consultadas: Tudo Celular / Twitter xXToffeeXx

Imagens/Vídeos: Twitter xXToffeeXx

Texto: Roberto Henrique – Analista de Seg. da Informação – ABCTec

Sem Comentários


Por favor, logue-se para comentar